CPF/Apelido: senha:
Notícias

Temporão busca apoio à prorrogação - 19/11/2007
Ministro diz em conferência de saúde que fim da CPMF vai parar cirurgias

BRASÍLIA. O governo aproveita a realização da 13ª Conferência Nacional de Saúde, que reúne cerca de quatro mil profissionais da área em Brasília, para buscar apoio popular à aprovação da prorrogação da CPMF. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer que os militantes se mobilizem nos estados e cobrem apoio dos políticos, em especial dos senadores. A conferência começou no dia 14, e o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, montou um gabinete no evento, para defender as políticas do setor e a necessidade da prorrogação do tributo.

Depois do discurso de Lula no dia (14) à noite na abertura da conferência, no qual fez duras críticas à oposição e pediu apoio dos militantes, no dia (15) foi a vez de Temporão e o ministro chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Dulci, defenderem a continuidade da CPMF.

Temporão disse que se o tributo não for renovado, muitos estados não terão mais condições de prestar todos os serviços de saúde.

- O atendimento de alta e média complexidades vai estar comprometido. Vão parar cirurgias e internações.

O ministro afirmou que conversou com governadores do PSDB, como José Serra (São Paulo), Aécio Neves (Minas Gerais) e Yeda Crusius (Rio Grande do Sul), e disse ter o apoio deles para que a CPMF seja prorrogada.

Perguntado por que esses apoios não se revertem em votos no Senado, ele respondeu: - Foi justamente o que o presidente Lula questionou no dia (14).

Dulci repetiu o discurso de que não só a União mas também os estados perderão se a CPMF não for aprovada. E a dirigente da Pastoral da Criança, Zilda Arns, reforçou que fará campanha pela aprovação da CPMF junto aos senadores.

Temporão reuniu-se com o presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Francisco Batista Júnior, e pediu seu apoio. Júnior é o principal crítico do modelo de fundação estatal na gestão da saúde, proposta enviada pelo governo ao Congresso. Júnior confirmou o pedido de apoio do Planalto e disse ser a favor da prorrogação da CPMF, apesar de ser crítico do governo.

Em meio aos delegados da conferência, Temporão mal conseguia andar, tal a quantidade de pedidos de foto, cumprimentos e reclamações.

Fonte: O Globo

UNASUS - União Nacional dos Auditores do SUS
www.unasus.org.br