CPF/Apelido: senha:
Notícias

Prefeito de Mesquita é processado por uso irregular de verbas federais - 18/08/2011
RIO - O Ministério Público Federal (MPF) entrou com um processo por improbidade administrativa contra o prefeito de Mesquita, Artur Messias da Silveira, e a ex-secretária de saúde do município, Roseli Monteiro da Silva. A ação foi baseada numa auditoria do DENASUS (Departamento Nacional de Auditoria do SUS), que apontou irregularidades na aplicação de recursos repassados ao município pelo Ministério da Saúde.

Segundo a auditoria, entre maio e outubro de 2008, a Secretaria municipal de Saúde de Mesquita contratou, sem licitação ou contrato formal, as cooperativas Multiprof e Coopsaúde para prestação de serviços, pagando a elas cerca de R$ 3,9 milhões em recursos do SUS (R$ 1,5 milhão à Multiprof e R$ 2,4 milhões à Coopsaúde).

A ex-secretária de saúde alega que os pagamentos sem licitação eram necessários para evitar o colapso dos serviços de saúde. O prefeito e a secretária, porém, não apresentaram documentos que demonstrassem a urgência dos contratos.

Fonte: EXTRA RIO

UNASUS - União Nacional dos Auditores do SUS
www.unasus.org.br