CPF/Apelido: senha:
Notícias

Justiça determina perícia em implantes - 28/06/2016
Quem fez procedimentos cirúrgicos de coluna e de artrodese pelo SUS entre 2006 e 2007 devem levar exames radiológicos no MPF Canoas

O Ministério Público Federal em Canoas convoca as pessoas que se submeteram a procedimentos cirúrgicos de coluna e cirurgias de artrodese pelo SUS nos anos de 2006 e 2007 para que levem ao MPF documentos que comprovem que os procedimentos foram realizados, de preferência exames radiológicos comprobatórios da utilização de implantes de coluna.

O pedido do MPF está sendo feito dentro de uma ação civil contra a União de autoria da Associação Beneficente de Canoas, entidade mantenedora do Hospital Nossa Senhora das Graças. A associação contesta o não pagamento pela União de 253 de cirurgias de próteses de coluna, por falta de comprovação radiológica. O juiz Roberto Schaan Ferreira determinou a realização de perícia indireta na documentação. A perícia é um pedido da força-tarefa conjunta do Ministério Público Federal com a Polícia Federal que apura a suspeita de fraudes em implantes de próteses em Canoas, decorrente de auditoria do SUS no HNSG.

Entenda

O Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) multou o Hospital Nossa Senhora das Graças em quase R$ 3,5 milhões alegando que não havia comprovação da realização das cirurgias porque faltavam os exames radiológicos comprobatórios em 253 delas. O assunto foi matéria na edição do dia 23 de abril do Diário de Canoas. À época, o HNSG alegou que vinha cumprindo todas as determinações referentes ao processo.

Fonte: Diário de Canoas

UNASUS - União Nacional dos Auditores do SUS
www.unasus.org.br